Atualidade

Entrevista a Sara Ferreira, diretora de Comunicação e Marketing da Edenred: “O importante são as pessoas”

Especializada em títulos pré-pagos, a Edenred, para além do foco no cliente, tem uma abordagem baseada «em dois pilares fundamentais para trazer a mudança: a excelência operacional e a diferenciação. Dentro da nossa estratégia posicionamos também a Responsabilidade Social Corporativa alinhada com o nosso core business», segundo Sara Ferreira, diretora de Comunicação e Marketing da Edenred Portugal. Vetores que orientam uma empresa que, considera, traz benefícios à vida das pessoas. «Alinhados com a preocupação social e que vão de encontro às áreas fundamentais da vida das pessoas. É por isso que acreditamos que a nossa empresa é feita de pessoas para pessoas», defende Sara Ferreira.

A Edenred está presente em Portugal de forma constante desde 1984. O que mudou desde então na estratégia da empresa?

Acreditamos que a Edenred adquiriu uma posição única no mundo de serviços corporativos pré-pagos ao longo dos últimos 50 anos.
Desde sempre transmitiu claramente a sua ambição de construir soluções diferenciadoras e oferecer um serviço de qualidade e inigualável afim de atender a todas as partes interessadas.
A nossa abordagem de gestão e estratégia centra-se num ponto essencial denominado por “Customer Inside”, ou seja, colocamos os nossos clientes no centro de todas as nossas ações e decisões. Todos os colaboradores estão comprometidos com esta abordagem corporativa.

Desde a nossa entrada em Portugal que o ambiente da Edenred mudou e tem vindo a crescer adaptando-se e abrindo portas a novos mercados. Esta abordagem baseia-se em dois pilares fundamentais para trazer a mudança: a excelência operacional e a diferenciação. Dentro da nossa estratégia posicionamos também a Responsabilidade Social Corporativa alinhada com o nosso core business. A Edenred contribui para o progresso social, desde o seu início, através de programas de bem-estar para os trabalhadores. É o nosso compromisso para com a sociedade e o meio ambiente, trabalhamos com as organizações afim de ajudar a executar as suas políticas económicas e sociais, bem como para aumentar o bem-estar e a motivação dos trabalhadores e melhorar o desempenho das organizações. Como uma empresa comprometida, a Edenred desenvolve programas específicos de Responsabilidade Social Corporativa que vão para além das suas operações comerciais.

Noutras palavras, queremos ter um impacto positivo na sociedade por meio dos nossos negócios e oferecer aos nossos colaboradores uma empresa tão comprometida e consolidada como a que oferecemos aos nossos clientes. Um dos exemplos mais marcantes em Portugal é sem dúvida a entrada do programa FOOD em 2012, alinhado com o compromisso para a promoção de uma alimentação equilibrada e da luta contra a obesidade. O programa FOOD é uma iniciativa lançada pelo Grupo Edenred na Europa e conta com o apoio da União Europeia. Surge para dar resposta a um problema de saúde pública – a obesidade- e tem dois objectivos principais: ajudar os trabalhadores a fazerem as melhores escolhas nutricionais; melhorar a qualidade nutricional através da promoção de boas práticas: planear, comprar, confeccionar, conservar.

Como se posicionam actualmente no mercado português?

A nossa preocupação com a sociedade portuguesa, na melhoria do dia-a-dia dos trabalhadores portugueses, e a nossa dedicação e responsabilidade social faz de nós líderes no mercado português.

Em 2013, defenderam que a utilização de títulos refeição pelas empresas portuguesas ainda era muito reduzida face ao universo total de trabalhadores. Que tendências identifica nesta área?

Existe um aumento significativo e gradual, uma vez que houve uma alteração da lei em 2012 e 2013, sendo favorável para empresas e trabalhadores usufruírem do título de refeição, uma vez que é isento até ao montante máximo de 6,27€/diário.

Sente que há resistência dos portugueses face às soluções pré-pagas?

Cada vez mais os trabalhadores e empresas portuguesas utilizam estas soluções. A mentalidade vai mudando, porque de facto é um benefício social e fiscal, e acreditamos que já não existe tanta resistência a estes benefícios como haveria há uns anos. As mais-valias são evidentes e é muito fácil constatar todas as vantagens. Há realmente mais poder de compra para os trabalhadores.

Depois do lançamento do cartão eletrónico em 2012 e do e-voucher em 2013, que novas soluções estão a preparar na área dos títulos pré-pagos?

De momento estamos a trabalhar para conseguir implementar novas soluções em Portugal, especificamente nos títulos de transporte, cultura; à semelhança do que tem acontecido nos outros países onde o Grupo Edenred está implementado. São diversos os exemplos vencedores que vimos nos outros países e que gostaríamos de trazer para Portugal.
Ganham todos, em especial os portugueses.

Para além das vantagens em termos fiscais, que benefícios oferecem as vossas soluções de cheques e cartões pré-pagos?

Os trabalhadores aumentam o seu poder de compra em áreas tão essenciais como a infância, a educação e formação profissional e a alimentação. Estes benefícios sociais e fiscais, além de promoverem um aumento do poder de compra, contribuem ainda para um aumento significativo da produtividade, eficiência e bem-estar social. São benefícios que estão alinhados com a preocupação social e que vão de encontro às áreas fundamentais da vida das pessoas. É por isso que acreditamos que a nossa empresa é feita de pessoas para pessoas.

Qual é a vossa estratégia actual na captação de clientes, tanto empresariais como junto de estabelecimentos associados?

É uma estratégia baseada na transparência e numa relação próxima com todos os nossos stakeholders. Procuramos dar resposta a todas as necessidades dos nossos clientes e parceiros e trabalhamos constantemente para lhes oferecermos as melhores soluções. Acreditamos que o nosso trabalho e as soluções que oferecemos são mais atrativas para os colaboradores das empresas nossas clientes, que motivam as usas equipas e optimizam a sua performance.
Procuramos constantemente ferramentas e soluções que aumentem o volume de negócios dos nossos parceiros, que promovam a retenção de clientes e que lhes facilitem a operação do dia-a-dia. São estas as razões que nos movem junto dos nossos clientes e parceiros em 41 países e que chegam a 40 milhões de utilizadores.

Previous post

Oportunidades decorrentes dos desenvolvimentos legislativos, para empresas e colaboradores

Next post

Antoine Solom mostra os resultados do Barómetro Edenred-Ipsos 2014

Cristina Barros

Cristina Barros

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *