Atualidade

Cuidados a ter com os alimentos no verão

Verão é tempo de praia e de férias. A praia é um local de diversão, de tempo para estar com a família e com os amigos e de partilha de refeições. Contudo, a temperatura elevada, característica desta época é uma condição que favorece o crescimento de microrganismos, podendo levar à deterioração do alimento e ao aumento do risco de intoxicações alimentares.

Algumas regras simples permitem usufruir dos alimentos disponíveis nesta época do ano, aproveitar para comer com menos “calorias”, hidratar convenientemente e evitar os riscos de intoxicações alimentares, que podem ser particularmente graves, no caso de idosos, crianças ou pessoas doentes.

Sugestões alimentares para os dias de férias, passados no campo ou no mar:

  •  Acondicione os alimentos mais perecíveis (queijo, fiambre, iogurtes, etc.) em geleiras, sacos ou malas térmicas com cuvetes de gelo ou placas frias para manter a temperatura;
  •  Transporte os alimentos em caixas fechadas;
  •  Coloque a geleira ou mala térmica à sombra, longe da exposição solar direta;
  •  Prefira alimentos que não se alterem com o calor (ex.: pão, frutos secos, fruta, conservas, hortícolas, etc.);
  •  Prepare os alimentos, de preferência, no próprio dia. Durante a preparação lave as mãos e utensílios. Por exemplo, facas utilizadas no corte de peixe ou carnes não devem ser utilizadas para cortar frutas ou hortícolas, para se evitar a contaminação cruzada;
  •  Se não conseguir uma geleira ou mala térmica evite levar para a praia molhos (maionese, natas), gelatina, produtos de pastelaria com cremes (creme de ovos, chantilly), marisco, quiches, empadas ou folhados.
  •  Fruta lavada e água são alimentos por excelência do Verão. Beba água ao longo do dia e proteja a saúde dos seus rins. No Verão e em particular nos dias mais quentes e com maior atividade física bebemos sempre menos água do que o necessário.

Para mais informações e sugestões de refeições saudáveis para o Verão, consulte o manual da Associação Portuguesa de Nutricionistas aqui.

Texto extraído de Nutrimento Blog do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável.
Previous post

Que compensações e benefícios procuram as diferentes gerações?

Next post

Portugal é um dos países com menos dias de férias

Cristina Barros

Cristina Barros

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *