O barómetro Edenred-Ipsos 2014 resulta de um inquérito sobre o bem-estar e a motivação dos trabalhadores em oito países europeus (França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Espanha, Itália e pela primeira vez Portugal e Suécia).

barometro_ipsos_edenred

Foram cerca de 8.800 os trabalhadores inquiridos ‘on-line’, incluindo 800 em Portugal. Num comunicado da Edenred pode ler-se, a propósito desta iniciativa: «A Europa está mergulhada numa crise económica desde 2008 e Portugal, tal como os seus vizinhos da Europa do Sul, foi particularmente afetado. Se por um lado as perspetivas de crescimento do país parecem mais favoráveis para o período 2014-2015 (fonte – Eurostat), em Portugal os indicadores de confiança do barómetro (futuro coletivo, futuro individual) continuam baixos e a preocupação com o desemprego mantém-se bem marcada…»

Segundo a Edenred, «neste contexto encontrar soluções que ajudem os trabalhadores a ter uma ‘vida mais fácil’ é fundamental». Ou seja: «Para além das práticas de gestão, os benefícios extrasalariais (hoje em dia pouco utilizados em Portugal – com exceção dos títulos-refeição ou dos cheques-viagem) podem constituir-se como uma alavanca importante. Com efeito, regista-se um índice de satisfação bastante elevado junto dos beneficiários – nomeadamente com os cheques-oferta, com os títulos de apoio à infância e com serviços pessoais.»

Conheça os resultados aqui:

Resultados do Estudo Bem-estar e Motivação dos Trabalhadores na Europa

Previous post

Opinião: Rui Proença

Next post

Opinião: um estatuto dos benefícios sociais para os trabalhadores portugueses?

javierc

javierc

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *