Compensação

5 chaves para a retenção de talentos

As políticas de retribuição e compensação são ferramentas importantes para elevar a satisfação dos colaboradores e aumentar o sentimento de pertença à empresa na qual trabalha.

A Meta4 oferece cinco chaves para a retenção de talentos e garantir o compromisso dos funcionários com uma base mais ampla.

  1. Ter em atenção a compensação emocional. Dadas as circunstâncias económicas que reduzem salários e impedem muitas vezes a revisão dos mesmos a “compensação emocional” pode ser um fator importante. Esta compensação vai além do vencimento, está associada ao reconhecimento feito ao colaborador e que lhe permite satisfazer as suas necessidades de segurança, filiação, reconhecimento e auto-realização.
  2. Premiar a performance. Ligar a remuneração a critérios de performance faz com que o colaborador desenvolva as suas competências e aumente o seu valor na organização. Para isso, as equipas de recursos humanos tem de estabelecer objetivos claros e alcançáveis para evitar a desmotivação.
  3. Assegurar as necessidades básicas. As empresas tem de ser percebidas como entidades protectoras e não quais as necessidades básicas dos colaboradores estão asseguradas.
  4. Facilitar a vida do colaborador. Os programas de compensação tem um impacto grande na avaliação que os colaboradores fazem da sua empresa e da qual advém um maior compromisso. Os acordos com outras empresas (creches, telecomunicações…) que lhes permitem obter vantagens aumentam o seu engagement. A remuneração variável tem aqui um papel importante também.
  5. Antecipar o futuro. Segundo Jeremy Santos, HR Funcional consultant da META4, “um dos maiores desafios dos departamentos de recursos humanos é reter as pessoas que mais contribuem para atingir os objectivos do negócio. Para conseguir um nível de satisfação e de compromisso mais elevado com a sua empresa tem de desenhar políticas de desenvolvimento pessoal e de responsabilidade social corporativa.”
Previous post

Opinião: um estatuto dos benefícios sociais para os trabalhadores portugueses?

Next post

Vales sociais estendidos até aos 25 anos

Cristina Barros

Cristina Barros

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *